Avançar para o conteúdo

O que fazer em Montreal: 10 experiências únicas

Se estás à procura do que fazer em Montreal, nesta publicação encontrarás as nossas 10 experiências preferidas na cidade.

Montreal é uma cidade vibrante e envolvente, com uma atmosfera que combina um pouco da França, Estados Unidos e Inglaterra. Segundo o Turismo de Montreal, a cidade recebe aproximadamente 11 milhões de turistas por ano, tornando-se uma das cidades mais visitadas do Canadá.

Visitámos Montreal em junho de 2024, a primeira cidade da nossa segunda viagem à volta do mundo, onde ficámos cerca de 4 dias.

Montreal foi uma escolha perfeita para iniciar a nossa aventura. Durante esses quatro dias, explorámos as suas ruas vibrantes, desfrutámos da gastronomia local e mergulhámos na rica cultura da cidade. Desde mercados animados até marcos históricos, cada momento em Montreal foi uma descoberta inesquecível.

Queres dicas de viagem exclusivas? Envia-nos um email ou mensagem no Instagram e subscreve a nossa newsletter para receberes tudo diretamente na tua caixa de entrada.
Banner Seguro de Viagem Heymondo com Desconto de 5% e Imagem do Monte Fuji, Japão

Porque decidimos visitar Montreal

Decidimos visitar a cidade porque Montreal se encaixou perfeitamente no nosso itinerário de viagem, sendo uma excelente porta de entrada para a América do Norte. A conveniência do trajeto tornou a cidade uma escolha prática e estratégica.

Adoramos explorar diversas culturas, e Montreal é um verdadeiro melting pot de influências francesas, inglesas e de muitas outras partes do mundo. A sua multiculturalidade vibrante cria uma atmosfera única e acolhedora que nos conquistou desde o primeiro momento.

Somos apaixonados por comida, e Montreal é um paraíso para os amantes da gastronomia. Desde poutine até bagels e smoked meat, cada esquina da cidade oferece uma nova iguaria para saborear, tornando a experiência culinária memorável.

Onde ficar na cidade

Durante a nossa estadia em Montreal em junho de 2024, escolhemos cuidadosamente a nossa base na cidade, levando em consideração a proximidade aos transportes públicos e a disponibilidade de alojamentos a preços acessíveis. Eis as quatro melhores zonas que considerámos, incluindo a Gay Village:

  • Downtown (Centro): Ideal para quem procura proximidade com as principais atrações turísticas, lojas e restaurantes. É uma área bem servida por transportes públicos, facilitando a explorar a cidade. Vê os alojamentos aqui.
  • Plateau Mont-Royal: Conhecido pelo ambiente boémio, o Plateau Mont-Royal oferece uma atmosfera vibrante com cafés, galerias de arte e lojas únicas. É uma escolha popular entre os visitantes que procuram uma experiência mais local. Vê os alojamentos aqui.
  • Gay Village: Reconhecida pela sua atmosfera acolhedora e vibrante, a Gay Village é uma excelente opção para quem deseja explorar a diversidade cultural de Montreal. Além disso, a área oferece acesso conveniente aos transportes públicos e uma variedade de opções de alojamento. Vê os alojamentos aqui.
  • Vieux Montreal: Conhecida pela sua atmosfera histórica encantadora, proximidade às principais atrações turísticas, restaurantes charmosos, cenário à beira do rio e ambiente cultural vibrante. Vê os alojamentos aqui.

Optámos por ficar no Hotel Labelle, na Gay Village, que correspondeu perfeitamente às nossas necessidades. Para além de incluir pequeno-almoço, o hotel dispunha de uma pequena cozinha que nos permitiu preparar uma ou duas refeições, otimizando o nosso orçamento sem comprometer o conforto e a conveniência.

O que fazer em Montreal

1. Chinatown

Adorámos a atmosfera vibrante e os restaurantes que pareciam muito apetecíveis. Infelizmente não conseguimos fazer nenhuma refeição no bairro. Ficámos fascinados com a variedade de lojas e restaurantes. Cada esquina tinha algo novo para descobrir.

Chinatown, um dos locais  a visitar em Montreal

Estação de Metro: Place-d’Armes

2. Marché Jean-Talon

O Mercado Jean-Talon, em Montreal, é um ícone histórico que há décadas oferece uma variedade de produtos locais frescos, sendo essencial para a comunidade ao promover a agricultura local e proporcionar um espaço vibrante de encontro e comércio. Passeámos pelo mercado, explorando tanto as bancas de produtos frescos como as bancas de comida de rua. Participámos numa food tour com a Spade and Palacio, que não só nos deu a conhecer o mercado, mas também outros locais e comidas que refletem a cultura da cidade. Adorámos a experiência.

Para complementar o que fazer em Montreal é essencial visitar o Marché Jean-Talon

Estação de Metro: Jean-Talon

3. Festivais de rua

Parecia que havia algo a acontecer em todo o lado. O principal site com a agenda de eventos de Montreal é o Montreal Events Calendar. Este portal oferece uma lista abrangente de eventos culturais, festivais, exposições e atividades que acontecem na cidade. Participámos num festival de música e foi incrível ver a cidade tão animada.

Festival de rua Franco em Montreal.

Estação de Metro: Vários locais (Verifica as agendas de eventos locais!)

4. Biosphère

Explorámos a Biosphère, uma estrutura icónica e a envolvente. Existem sempre exposições mas que acabamos por não visitar devido ao seu custo e termos que fazer opções.

Biosphère de Montreal

Estação de Metro: Jean-Drapeau

5. Marché Atwater

Explorámos as várias bancas de produtos frescos e de comida de rua do Mercado Atwater. O mercado tem uma zona interior e outra exterior com comida de rua. Passámos alguns momentos a explorar as diferentes bancas e a provar especialidades locais.

Marché Atwater em Montreal

Estação de Metro: Lionel-Groulx

6. Parque La Fontaine

Um lugar incrível para relaxar num parque verde dentro da cidade. O parque é gigante e tem desde jardins até campos de jogos. Sentámo-nos num banco a apreciar o jardim e a recarregar energias.

Parque de la Fontaine en Montreal

Estação de Metro: Place-des-Arts

7. Bibliothèque et Archives nationales du Québec (BAnQ)

Passámos um tempo tranquilo a explorar este tesouro de conhecimento. Esta biblioteca, para além de livros, tem multimédia e jogos de vídeo que podem ser requisitados.

Zona da banda desenhada na biblioteca BANQ em Montreal

Estação de Metro: Berri-UQAM

8. Avenida Duluth

Passeámos pelas ruas encantadoras, encontrando vários tesouros escondidos. A avenida tem também muita arte de rua que contribui para uma atmosfera fantástica.

Avenida Duluth em Montreal

Estação de Metro: Mont-Royal

9. Little Portugal

Entrámos num café português para tomar um café Delta e apreciámos a atmosfera relaxada do bairro. Comemos ainda uma sandes de carne fumada no Schwartz’s. Não pudemos também deixar de ver a obra do artista português Bordalo II.

Obra do artista Bordalo II na Little Portugal em Montereal

Estação de Metro: Mont-Royal

10. Librairie Drawn & Quarterly

Adorámos o ambiente e a excelente seleção de livros desta livraria icónica.

Libraria Drawn & Quarterly em Montreal

Estação de Metro: Mont-Royal

Dicas de segurança

Seguro de viagem

Certifica-te de que tens um seguro de viagem antes de visitares Montreal. Sem seguro de saúde de viagem, os custos da assistência médica para turistas no Canadá podem ser significativamente elevados. 

Um bom seguro pode cobrir desde emergências médicas até à perda de bagagem. Verifica se a tua apólice cobre atividades específicas que planeias fazer, como desportos de inverno, e tem sempre contigo uma cópia digital do seguro.

Viajamos sempre com o seguro Heymondo e para o Canadá não foi diferente. Para além de ter uma das melhores ofertas de mercado, tem também Airhelp incluído. 

Dicas de segurança no dia-a-dia

  • Mantém os teus pertences seguros: Utiliza uma mochila ou bolsa com fecho e mantém os teus objetos de valor fora da vista.
  • Evita áreas desconhecidas à noite: Fica em áreas bem iluminadas e movimentadas, especialmente se estiveres a explorar sozinho. A cidade tem algumas zonas que à noite parecem um pouco mais inseguras. Verdade é que nunca nos sentimos ameaçados, ainda assim recomendamos prudência.
  • Emergências: Tem sempre os números de emergência locais à mão, bem como os contactos da embaixada do teu país.

Dicas extra

Dados móveis

Considera utilizar um eSIM para o teu telemóvel durante a estadia em Montreal. Um eSIM permite-te evitar os custos de roaming e ter acesso a dados móveis de forma fácil e económica. Em viagem utilizamos sempre o MobiMatter que nos permite consultar e comparar ofertas de vários operadores.

Transportes públicos

Utiliza o metro e autocarros: O transporte público em Montreal é eficiente e seguro. Um passe diário ou semanal pode ser mais económico se planeias explorar bastante a cidade. Quando chegamos ao aeroporto comprámos logo um bilhete de 24 horas que nos deu acesso ao autocarro para a cidade (747) mas também ao primeiro dia de transporte gratuito. 

Cultura local

  • Pratica o francês: Embora muitos residentes falem inglês, um pouco de francês pode abrir portas e melhorar a tua experiência.
  • Experimenta a comida local: Não deixes de provar poutine, bagels de Montreal e carne fumada. São especialidades locais que não podes perder.

Planeias viajar para Montreal?

  • Encontra um seguro de viagem com a Heymondo (5% desconto)
  • Encontra o teu alojamento com o Booking
  • Encontra as tuas atividades com o GetYourGuide
  • Encontra o teu eSIM com a MobiMatter, usa o código TWOBYTHEWORLD para teres até 50% de cashback
  • Encontra atividades ao ar livre com a Manawa
  • Aluga o teu carro com a Discovercars
  • Reserva o teu voo com o Skyscanner

Se estás a planear uma viagem, verifica os nossos recursos de viagem.

Atividades em Montreal


Esta publicação inclui links afiliados que contribuem para o suporte deste projeto, permitindo-nos criar conteúdo de qualidade de forma gratuita para ti. Ao utilizares os nossos links afiliados, os parceiros com os quais colaboramos direcionam uma pequena parte da comissão para apoiar este projeto, sem qualquer custo adicional para ti.


Aviso legal: Todas as informações neste blog são para fins informativos. Os leitores devem usar o conteúdo com cuidado e verificar sua precisão antes de tomar decisões financeiras ou de viagem. Este blogue não se responsabiliza por quaisquer consequências decorrentes do uso das informações fornecidas.