10 das melhores razões para visitar a Cidade do Cabo

City View, Cape Town, South Africa

A Cidade do Cabo é uma cidade portuária na costa sudoeste da África do Sul. Visitámos pela primeira vez a Cidade do Cabo no início da nossa Viagem à Volta do Mundo e foi uma experiência incrível.

Nos últimos anos, existem cada vez mais pessoas a visitar a Cidade do Cabo. Nós não poderíamos concordar mais que é um excelente destino e percebemos porque as pessoas gostam de visitar e de viver na Cidade do Cabo.

Durante a nossa visita de 4 dias na Cidade do Cabo, percebemos que a cidade tem muito para oferecer, tanto a nível cultural como gastronómico e que é uma cidade muito segura.

10 Razões para se visitar a Cidade do Cabo

Fácil acesso à Cidade do Cabo

A Cidade do Cabo é servida pelo Aeroporto Internacional da Cidade do Cabo, que é o segundo maior da África do Sul. Serve de hub da South African Airways, mas a maioria das grandes companhias internacionais têm voos regulares, permitindo um fácil acesso à cidade que pode também servir de entrada no país para quem pretenda explorar mais zonas da África do Sul.

Nós optámos por um trajeto da TAAG desde Lisboa, com escala em Luanda e destino final Cidade do Cabo. A nossa opção baseou-se no preço promocional que encontrámos para as datas que pretendíamos, mas não recomendamos a escolha, a não ser que o preço seja mesmo baixo. A qualidade do serviço, a atenção ao cliente, o mau estado de conservação do interior dos aviões e a baixa qualidade do aeroporto de Luanda são pontos negativos que nos farão ponderar no futuro.

As ligações entre o aeroporto e a Cidade do Cabo podem ser feitas de autocarro, táxi ou Uber. Nós optámos pelo Uber, uma vez que nos transmite mais segurança. À chegada ao aeroporto existem dezenas de taxistas e motoristas que te vão oferecer os seus serviços. Na nossa opinião deves recusar essas ofertas e usar a aplicação do Uber. Estes serviços estão bem organizados e existem zonas específicas para apanhar passageiros. Deves apenas seguir as instruções que a aplicação te dá.

O Uber na África do Sul tem um custo acessível e a viagem até à cidade demora cerca de 20 minutos e custa cerca de 200 ZAR.

Se não planeias usar roaming na África do Sul, podes comprar um cartão para o teu telemóvel ou hotspot logo a seguir à recolha das bagagens. Existem dois quiosques de duas operadoras diferentes. Os preços podem variar de acordo com as promoções existentes e com as tuas necessidades. Nós optámos pela Vodacom uma vez que tem maior cobertura 4G e após visitar a Cidade do Cabo, íamos continuar a nossa viagem para outras zonas da África do Sul.

A simpatia, arte de bem-receber e segurança

Durante a nossa viagem à Cidade do Cabo percebemos o quão simpáticos são os Sul Africanos. Em todos os locais que visitámos fomos bem recebidos com muita simpatia e com a dedicação de um povo que gosta de receber e se assegurar que nos sentimos bem.

Para além da simpatia, desmistificámos a ideia de que a Cidade do Cabo poderia ser uma cidade pouco segura para viajantes. Nunca nos sentimos ameaçados nem fomos abordados por ninguém mal-intencionado. O único cuidado mais específico foi não nos deslocarmos a pé durante a noite para zonas da cidade mais perigosas ou com menos movimento. Neste caso, usámos o Uber para nos deslocarmos, uma vez que se trata de um meio de transporte muito económico. À semelhança das outras cidades é apenas necessário cumprir os cuidados genéricos de segurança em viagem.

Projetos de mudança social e sustentabilidade

Ao visitar a Cidade do Cabo tivemos a oportunidade de ficar no The Backpack. Este hostel é um estabelecimento acreditado de comércio justo que investe nas pessoas e nas comunidades, proporcionando experiências de viagem relaxadas e com significado. 

Numa altura em que muitos locais do mundo vivem situações de excesso de turismo, é importante que iniciativas sustentáveis e responsáveis sejam aplicadas nos alojamentos, e o The Backpack não é exceção. Para além de projetos com a comunidade e comércio justo, este hostel tem uma política de Green Traveller e o Pack for a Purpose que ajudam a diminuir o impacto no meio ambiente e a contribuir para as comunidades locais.

O The Backpack oferece acomodações privadas ou partilhadas em dormitórios. Este hostel oferece conforto e um ambiente descontraído e relaxante, ideal para aproveitares da tua visita à Cidade do Cabo. A decoração é moderna e tem vários espaços exteriores agradáveis, incluído uma piscina para os dias mais quentes.

O pequeno almoço continental é servido no bar e pode ser disfrutado no terraço.

Como é normal neste tipo de alojamentos, o The Backpack é ideal para aumentares a tua rede de conhecimentos, interagires com locais ou com outras pessoas que estão a viajar. Estão ainda disponíveis walking-tours grátis.

Faz aqui a tua reserva no The Backpack

Diversidade da Gastronomia na Cidade do Cabo

Durante a nossa visita à Cidade do Cabo constatámos que a melhor forma de se conhecer a gastronomia de uma cidade é fazer um roteiro gastronómico com uma pessoa local. Para além de ficarmos a conhecer os melhores locais e melhores pratos, ficámos também a conhecer a história da cidade e algumas zonas.

Na Cidade do Cabo, fizemos este roteiro gastronómico com o Eat Like a Local Cape Town.

O Rupesh foi o nosso guia, que durante 3 horas nos levou a várias pérolas escondidas da Cidade do Cabo para experimentarmos o melhor da gastronomia local. Num ambiente informal e relaxado tivemos a oportunidade de provar desde o melhor Pastel de Nata da cidade, conhecer uma senhora que dá aulas de cozinha na sua casa e até fazermos uma prova de gins produzidos na cidade, enquanto passeávamos por alguns dos locais mais fantásticos. 

O roteiro do Eat Like a Local Cape Town é focado na gastronomia, mas também ficámos logo a saber muito sobre a história da Cidade do Cabo e da África do Sul, assim como recebemos muitas dicas de outros locais e restaurantes a visitar. 

Se estiveres a pensar visitar a Cidade do Cabo, recomendamos fazer este roteiro com o Eat Like a Local Cape Town.

Faz aqui a tua reserva no Eat Like a Local Cape Town

A gastronomia Sul Africana é muito rica, e a de Cape Town, com todas as influências históricas é muito interessante, pelo que existem muitos locais da cidade onde podes encontrar e experimentar produtos locais.

Um dos locais que visitámos foi o V&A Water Front. É um complexo junto à marina, que para além de comércio e entretenimento tem o V&A Food Market onde podes fazer uma refeição ou comprar produtos locais.

O Bo-Kaap é o famoso bairro das casas coloridas da Cidade do Cabo, que noutros tempos era onde os Cabo-Malaios viviam. Ao longo dos anos a cultura gastronómica foi crescendo e hoje em dia é muito mais do que um bairro com casas coloridas. É um local maravilhoso e que transpira a cultura da cidade.

Montanhas à volta da Cidade do Cabo

A Cidade do Cabo é rodeada por montanhas que criam uma atmosfera especial na cidade e também permitem vistas maravilhosas quando as sobes.

A montanha mais conhecida é a Table Mountain. Podes subir à montanha fazendo uma caminhada até ao topo ou pelo teleférico. 

O preço do teleférico é 200 ZAR (ida) ou 360 ZAR (ida e volta).

O teleférico dá acesso ao Parque Nacional da Table Mountain através da torre de chegada, onde existe uma loja. As vistas do topo da montanha tanto para a cidade como para o mar são fantásticas. Quando visitámos, optámos por ir ao fim do dia para termos a possibilidade de ver o pôr do sol. 

Os horários de acesso variam ao longo do ano, por isso, antes de planeares a tua visita não deixes de os consultar aqui.

Único local no mundo com praias do Atlântico e do Índico

Sendo o único local do mundo onde os Oceanos Índico e Atlântico se encontram, podes de manhã tomar banho nas praias do Atlântico e à tarde fazer surf nas praias do Índico.

Em Camps Bay (praia do lado atlântico) as vistas são absolutamente de cortar a respiração, com os 12 apóstolos e as montanhas como pano de fundo. Aqui, a atmosfera e as paisagens são incríveis. O extenso areal branco é o local ideal para quem gosta de fazer praia, mas também, para quem gosta de fotografia de viagem, como nós, é uma excelente oportunidade para tirar boas fotografias. 

Quando visitámos Camps Bay, aproveitámos para fazer uma sessão fotográfica com a Monica do FlipFlopTree. Com muitos anos de experiência, a Monica dedica-se a sessões fotográficas de viagens, ajudando-te a registar os teus momentos de viagem em fotografias profissionais. Além de que ela própria é também uma amante das viagens.

Foi a nossa primeira sessão fotográfica profissional e não poderia ter corrido melhor. O ambiente relaxado e informal permitiu-nos sermos nós mesmos e registar os nossos momentos a dois. Adorámos o resultado final e foi muito bom podermos ter a oportunidade de o fazer com quem sabe.

Faz aqui a marcação da tua sessão fotográfica com a FlipFlopTree

Do lado do Índico, Muizenberg é a famosa praia com as casas coloridas de madeira e que é também um grande centro para os amantes de surf e vale a pena uma visita.

Visitar uma colónia protegida de Pinguins Africanos

Em Simon’s town, a cerca de 25km da Cidade do Cabo, há uma praia (Boulders Beach) que têm algo especial. Há alguns anos, instalou-se ali uma colónia de pinguins africanos. 

Esta espécie em vias de extinção, é agora protegida pelos parques nacionais e pode ser visitada por quem ali passar. A visita permite-te estar muito perto dos pinguins, mas também contribuir para o projeto de conservação.

Eventos Culturais na Cidade

A Cidade do Cabo é um local com um movimento cultural e artístico muito visível, por toda a cidade há eventos culturais e galerias de arte. 

Na primeira quinta-feira de cada mês acontece o First Thursdays. Este evento cultural, junta artistas e faz com que todos na cidade venham para a rua, visitar as galerias, comer comida de rua e ouvir música.

Visitar o Cabo da Boa Esperança, o local onde o Oceano Atlântico encontra o Oceano Índico

Para nós que somos portugueses, desde os tempos da escola que o Cabo da Boa Esperança é muito falado, devido à história dos descobrimentos e colonização portuguesa. Ter a oportunidade de o visitar, foi quase como confirmar que ele existia de facto.

À parte disso, o local é imponente e as vistas em redor são de cortar a respiração: vale a pena a subida ao miradouro. Este local fica dentro de um parque natural com outros pontos de interesse.

Explorar a cultura vinícola da região

Próximo da Cidade do Cabo, existem duas das principais zonas vinícolas da África do Sul: Franschhoek e Stellenbosch. Esta região é considerada uma das maiores produtoras de vinho do país e fica apenas a 40 minutos de carro da Cidade do Cabo.

As zonas são próximas, e é possível visitar ambas as zonas num só dia, mas recomendamos que fiques pelo menos uma noite. Aquela zona tem uma atmosfera relaxante e ter a possibilidade de acordar num alojamento no meio das vinhas é uma experiência única.

Visitámos a cidade de Stellenbosch e as vinhas circundantes. É uma cidade agradável para se fazer uma caminhada pelo centro e escolher um dos modernos locais para fazer uma refeição.

À volta da cidade, encontras as quintas vinícolas. A cidade é rodeada por formações montanhosas, criando paisagens das vinhas com as montanhas como pano de fundo. Há quintas que se dedicam apenas à produção vinícola, mas há outras que já têm alojamentos e restaurantes.

Nós escolhemos o Mont Angelis para ficarmos durante duas noites. Este estabelecimento é um pequeno complexo com algumas casas individuais rodeadas de vinhas e de paisagens fantásticas no meio das montanhas. A decoração é muito cuidada e cada uma das habitações dispõe de cozinha totalmente equipada e de uma lareira para as noites mais frias. Cada uma das unidades é espaçosa e têm uma varanda para aproveitar as vistas ou ainda para aproveitar o churrasco (braai), tão típico da África do Sul.

Faz aqui a tua reserva no Mont Angelis

Há ainda uma piscina e uma zona exterior para aproveitar os dias quentes naquele ambiente tão tranquilo.

Para fazer uma prova de vinhos fomos à Dornier Wines. O local da prova é um bar no moderno edifício da adega. O serviço e o local são muito cuidados e o atendimento é excelente. A cada prova é dada uma explicação sobre cada vinho, o que nos permitiu saber mais sobre a cultura vinícola da África do Sul.

Dicas para a Cidade do Cabo

  • Os transportes públicos podem não ser a melhor forma de te deslocares, e para visitares as zonas à volta da cidade recomendamos que alugues um carro. É fácil conduzir na África do Sul, o trânsito é tranquilo e seguro. A condução faz-se do lado direito. Se não estás habituado, a Cidade do Cabo pode ser um bom local para experimentares (foi o nosso caso).
  • Dentro da cidade há zonas em que podes andar a pé sem problemas, mesmo à noite. Se tens dúvida que o local onde vais passar é seguro, podes sempre utilizar o Uber que é uma opção segura e económica de viajar dentro da Cidade do Cabo.

Durante a nossa visita à Cidade do Cabo (e na verdade, toda a África do Sul) não deixámos de nos surpreender com o que íamos descobrindo. A segurança, a conservação e cuidado com cada local que visitámos, a diversidade gastronómica e natural, foram sem dúvida motivos que nos surpreenderam positivamente e querer voltar a visitar esta cidade que tem tanto para oferecer. 





Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.