Avançar para o conteúdo

Guia essencial para planear uma incrível viagem de 10 dias no Japão: Voos, alojamento e itinerário

O Japão é um país que há muito tempo está na lista de desejos de muitos viajantes. Com a sua cultura única, paisagens deslumbrantes e deliciosa culinária, é fácil perceber porquê. Planear uma viagem de 10 dias no Japão pode ser avassalador, mas com um planeamento cuidadoso e alguma pesquisa, podes aproveitar ao máximo o teu tempo neste país incrível. Nesta publicação, iremos guiar-te através dos passos essenciais para planear uma viagem de 10 dias ao Japão.

Queres dicas de viagem exclusivas? Envia-nos um email ou mensagem no Instagram e subscreve a nossa newsletter para receberes tudo diretamente na tua caixa de entrada.
Banner Seguro de Viagem Heymondo com Desconto de 5% e Imagem do Monte Fuji, Japão

10 dias no Japão são suficientes?

Planear uma viagem de 10 dias no Japão pode ser uma experiência emocionante e gratificante. Com um itinerário bem planeado, consegues visitar muitos dos destinos mais populares do país e experienciar a sua cultura e história únicas. No entanto, muitos viajantes questionam-se se 10 dias no Japão são suficientes para ver tudo o que tu queres no Japão.

Embora 10 dias no Japão não sejam suficientes para visitar todas as atrações do Japão, é possível ter uma experiência gratificante neste período de tempo. Um itinerário popular para uma viagem de 10 dias no Japão é visitar Tóquio, Quioto e Osaka. Estas três cidades oferecem um ótimo equilíbrio entre o Japão moderno e tradicional e têm uma vasta gama de atrações para viajantes de todas as idades.

Em Tóquio, algumas atrações imperdíveis incluem a Torre de Tóquio, o Templo Senso-ji e os bairros vibrantes de Shibuya e Shinjuku. Famílias com crianças também podem querer visitar a Disneyland de Tóquio ou o DisneySea.

Em Quioto, os destaques incluem o Santuário Fushimi Inari, o Templo Kinkaku-ji e as pitorescas ruas do distrito de Gion. As famílias podem desfrutar de uma visita ao Parque Estúdio Toei Kyoto ou ao Aquário de Quioto.

Em Osaka, as atrações populares incluem o Castelo de Osaka, o distrito comercial e gastronómico de Dotonbori e o Museu de História de Osaka. Famílias com crianças também podem querer visitar a Universal Studios Japan.

Embora seja possível visitar todos estes destinos em 10 dias no Japão, é importante planear cuidadosamente a tua viagem para aproveitar ao máximo o teu tempo. Considere utilizar o excelente sistema de transporte público no Japão, como o comboio-bala Shinkansen, para te deslocares rapidamente entre cidades. Também é importante considerar o tempo de viagem, já que algumas atrações podem estar localizadas fora dos centros urbanos.

Em suma, 10 dias no Japão podem ser suficientes para ver alguns dos destaques, mas é importante planear cuidadosamente o teu itinerário e priorizar as atrações que são mais importantes para ti e para a tua família. Com um planeamento adequado, podes ter uma viagem inesquecível ao Japão e criar memórias que durarão toda a vida.

Passo 1: Escolher as tuas datas e reservar os teus voos

O primeiro passo ao planear qualquer viagem é decidir as datas em que vais viajar. É melhor seres flexível quando se trata de voos, pois os preços podem variar significativamente dependendo da época do ano que escolhes para viajar. A melhor altura para visitar o Japão é durante a primavera (março a maio) e o outono (setembro a novembro), quando o clima é ameno e as multidões são menores.

Depois de decidires as tuas datas, é hora de reservares os teus voos. Tóquio e Osaka são os dois principais aeroportos internacionais do Japão, por isso é provável que vás voar para uma destas cidades. Certifica-te de reservar os teus voos com antecedência para obteres as melhores ofertas.

Antes de começares a reservar a tua viagem, verifica os requisitos de visto para o teu país.

Marca o teu voo para Japão com o Skyscanner

Passo 2: Decide o teu itinerário para uma viagem de 10 dias no Japão

O Japão tem muito para oferecer, por isso é importante decidir o que queres ver e fazer durante a tua viagem de 10 dias no Japão. Alguns destinos populares incluem Tóquio, Quioto, Osaka, Hiroshima e o Monte Fuji. É importante ter em mente que o Japão é um país muito grande, por isso pode não ser possível ver tudo em apenas 10 dias.

Aqui está o nosso itinerário para uma viagem de 10 dias no Japão:

Dia 1-3: Tóquio

  • Explora a metrópole agitada de Tóquio com os seus arranha-céus, luzes de néon e ruas movimentadas.
  • Visita pontos turísticos famosos como a Torre de Tóquio, o Santuário Meiji e o Templo Sensoji.
  • Explora os bairros modernos de Shibuya, Harajuku e Shinjuku, conhecidos pelas suas compras, comida e entretenimento.
  • Desfruta de alguns dos melhores sushi, ramen e outras culinárias japonesas do mundo.

Dia 3-4: Hakone

  • Faz uma viagem de comboio pitoresca pelas montanhas para chegar à pitoresca cidade de Hakone.
  • Desfruta de vistas deslumbrantes do Monte Fuji e do Lago Ashi a partir do Teleférico de Hakone.
  • Relaxa numa das muitas fontes termais (onsen) da cidade e mergulha nas águas terapêuticas.
  • Visita o Museu ao Ar Livre de Hakone e admira as belas esculturas e instalações de arte.

Dia 5-8 Quioto (Excursões de um dia para Osaka e Nara)

  • Imerso na rica história e cultura do Japão visitando os muitos templos e santuários de Quioto, incluindo Kinkakuji (o Pavilhão Dourado), o Santuário Fushimi Inari e o Templo Kiyomizu.
  • Passeia pelos bairros tradicionais de Gion e Higashiyama e experimenta o Japão antigo.
  • Faz uma excursão de um dia a Osaka para visitar o Castelo de Osaka e experimentar algumas delícias gastronómicas de rua.
  • Visita Nara e alimenta os veados amigáveis no Parque de Nara enquanto admiras os templos e santuários antigos.

Dia 8-10: Fukuoka

  • Explora a vida noturna vibrante e a cena de entretenimento de Fukuoka.
  • Prova algumas das famosas iguarias da cidade, incluindo o ramen tonkotsu e o mentaiko (ovas de bacalhau picantes).
  • Visita o antigo Santuário Dazaifu Tenmangu e aprende sobre a história japonesa.
  • Faz uma excursão de um dia às atrações próximas, como as praias deslumbrantes de Itoshima ou as famosas fontes termais de Beppu.

Uma vez que não é a nossa primeira vez a visitar o Japão, escolhemos um itinerário diferente para a nossa viagem de 10 dias no Japão, no entanto, dar-nos-á uma boa amostra da cultura e história do Japão, bem como da sua deslumbrante beleza natural. Além disso, permitir-nos-á sair do Japão de barco em direção à Coreia do Sul via Fukuoka.

Passo 3: Reservar alojamento

Depois de teres o teu itinerário planeado, é hora de reservar o teu alojamento. O Japão oferece várias opções de alojamento, desde ryokans tradicionais até hotéis modernos. Certifica-te de reservar o teu alojamento com antecedência, especialmente se estiveres a viajar durante a época alta.

Tóquio, Hakone, Quioto e Fukuoka são todos destinos populares no Japão, cada um oferecendo as suas próprias atrações e experiências únicas. Aqui estão alguns lugares recomendados para ficar em cada uma destas cidades:

Tóquio

Shinjuku: Este bairro vibrante é um ótimo lugar para ficar para aqueles que querem experimentar a energia agitada de Tóquio. Tem muitos hotéis, restaurantes, lojas e opções de vida noturna.

Shibuya: Este bairro moderno é conhecido pelas suas opções de compras, restaurantes e entretenimento. É também o lar da famosa Travessia de Shibuya.

Asakusa: Este bairro histórico é lar do icónico Templo Senso-ji e oferece um vislumbre do Japão tradicional. É uma área mais tranquila, com muitas opções de restaurantes e compras.

Hakone

Gora: Esta encantadora cidade é conhecida pelas suas fontes termais e vistas pitorescas do Monte Fuji. Existem muitos ryokans tradicionais (estalagens japonesas) na área que oferecem uma experiência relaxante e autêntica.

Lago Ashi: Esta área cénica é um ótimo lugar para ficar se quiseres estar perto da natureza. Existem muitos hotéis e ryokans ao longo do lago que oferecem vistas deslumbrantes do Monte Fuji.

Quioto

Gion: Este distrito histórico é conhecido pela sua arquitetura tradicional e cultura geisha. Existem muitos ryokans e estalagens japonesas tradicionais na área que oferecem uma experiência autêntica de Quioto.

Higashiyama: Esta área é lar de muitos templos e santuários, incluindo Kiyomizu-dera e Yasaka Shrine. Existem também muitos ryokans e hotéis tradicionais japoneses na área.

Fukuoka

Hakata: Este bairro é conhecido pela sua comida, incluindo o famoso ramen e as bancas de comida de rua. É também um ótimo lugar para ficar para aqueles que querem explorar a história e cultura de Fukuoka.

Tenjin: Esta área é o principal distrito de compras e entretenimento de Fukuoka. É uma área movimentada, com muitos restaurantes, bares e lojas.

Ao escolher um lugar para ficar nestas cidades, considera fatores como localização, orçamento e o tipo de experiência que queres ter. Quer prefiras uma estalagem japonesa tradicional ou um hotel moderno, existem muitas opções para escolher em cada um destes destinos.

Encontra o teu alojamento no Japão com o Booking

Passo 4: Compra de um Japan Rail Pass

O Japan Rail Pass é uma forma econômica de viajar pelo Japão. Permite viagens ilimitadas em comboios JR, autocarros e ferries por um período definido. O passe pode ser comprado online ou em principais aeroportos e estações de comboio no Japão.

Dependendo do teu itinerário, podes escolher um passe diferente. Verifica toda a informação e opções aqui. Para a nossa viagem de 10 dias no Japão, escolhemos o bilhete comum de 7 dias. Da última vez, escolhemos o bilhete Green (os lugares e o serviço são ligeiramente melhores).

Aqui está tudo o que precisas de saber sobre o JR Pass:

  1. Elegibilidade: O JR Pass está disponível apenas para turistas estrangeiros que visitam o Japão com visto de curta duração. Cidadãos japoneses e residentes estrangeiros no Japão não são elegíveis para o passe.
  2. Tipos de passes: Existem dois tipos de JR Passes disponíveis: o Ordinary Pass, que fornece acesso a lugares de classe ordinária em todos os comboios elegíveis, e o Green Pass, que fornece acesso a lugares de primeira classe em comboios elegíveis.
  3. Duração: O JR Pass está disponível por 7, 14 e 21 dias consecutivos. O passe torna-se ativo no dia da primeira utilização e é válido pelo número especificado de dias após isso.
  4. Cobertura: O JR Pass cobre a maioria dos comboios JR, incluindo o Shinkansen (comboio-bala), expressos limitados e comboios locais. Também cobre autocarros JR e alguns ferries JR. No entanto, não cobre algumas linhas ferroviárias privadas ou sistemas de metropolitano.
  5. Custo: O custo do JR Pass depende da duração e classe do passe que escolhes. A partir de 2023, os preços para o Ordinary Pass começam em ¥29,110 (cerca de $260 USD) para um passe de 7 dias, enquanto o Green Pass começa em ¥38,880 (cerca de $350 USD) para um passe de 7 dias.
  6. Como comprar: O JR Pass deve ser comprado antes de chegares ao Japão e pode ser adquirido através de agentes autorizados no teu país de origem ou online. Após a compra do passe, receberás uma ordem de troca que deve ser trocada pelo passe real num posto de venda JR designado no Japão.
  7. Restrições: O JR Pass tem algumas restrições, como não ser válido em certos comboios Shinkansen e exigir reservas para alguns comboios expressos limitados. Além disso, o passe não é válido nos comboios Shinkansen Nozomi e Mizuho, que são os comboios mais rápidos e diretos entre Tóquio e Quioto/Osaka.

Para aqueles que desejam utilizar bastante o comboio durante a visita ao Japão, o Japan Rail Pass pode oferecer um valor excepcional no geral. Para garantir que o passe é a melhor escolha para ti, é crucial analisar cuidadosamente o teu itinerário e requisitos de viagem antes de fazer uma compra.

Sempre compramos o bilhete antes de viajar para o Japão. Existem muitas agências online que enviam o voucher diretamente para tua casa, podes comprar o teu passe aqui. Uma vez que chegues ao Japão, podes trocar o voucher pelo teu bilhete. Atenção que precisas de um carimbo no passaporte para trocar o teu voucher. Se usares um portão eletrónico para entrar no Japão, deves pedir ao posto fronteiriço para te dar o carimbo no teu passaporte.

Passo 5: Fazer a mala adequadamente

O clima no Japão pode variar significativamente dependendo da época do ano que visitas. É importante fazer a mala com roupas e equipamentos apropriados para a estação. Em geral, os verões no Japão são quentes e húmidos, enquanto os invernos são frios e com neve. Certifica-te de levar sapatos confortáveis para caminhada, pois provavelmente farás muitas caminhadas durante a tua viagem.

O Japão é um destino fascinante, com uma história e cultura fascinantes. Mas se não souberes o que esperar, fazer as malas para uma viagem ao Japão pode ser desafiador. Os seguintes itens são indispensáveis para trazeres contigo para o Japão:

  1. Sapatos confortáveis para caminhada são essenciais, porque viajar pelo Japão requer muita caminhada. Irás tirar frequentemente os sapatos em restaurantes, templos e outros locais interiores, por isso escolhe sapatos que sejam fáceis de calçar e descalçar.
  2. Vestuário adequado para o clima: Dependendo da estação em que viajas, deves trazer roupa apropriada para o clima. Os verões podem ser quentes e húmidos, por isso é melhor usar roupas leves e um chapéu. Traga roupas quentes, um casaco e luvas, porque os invernos podem ser frios.
  3. Apesar de ser uma nação altamente industrializada, o Japão ainda tem muitos locais que só aceitam dinheiro. Certifica-te de ter algum dinheiro e um cartão de crédito internacional.
  4. Manter-se conectado durante a viagem no Japão é crucial, por isso considera alugar um dispositivo Wi-Fi portátil ou comprar um cartão eSim/SIM para usar no teu smartphone.
  5. Uma mochila pequena ou bolsa tote é recomendada, porque provavelmente vais parar para comida e bebidas ao longo do caminho. O Japão é um país com muitas lojas de conveniência. Traga uma pequena bolsa tote ou mochila para segurar as tuas coisas e qualquer coisa que possas comprar.
  6. Leva um adaptador de energia universal para que possas carregar os teus eletrónicos, pois o Japão utiliza um estilo diferente de tomada elétrica do que muitos outros países.
  7. Quaisquer medicamentos prescritos: Se usas medicamentos, certifica-te de trazer o suficiente para toda a viagem e uma cópia da tua prescrição.

Estarás bem preparado para as tuas férias no Japão e capaz de aproveitar tudo o que o país tem para oferecer se trouxeres estes itens necessários. Além disso, lembra-te de fazer uma mala leve e considerar os costumes locais ao escolheres as tuas roupas. Podes fazer a mala de forma eficaz e aproveitar ao máximo a tua viagem ao Japão se seguires estas sugestões.

Passo 6: Aprender algumas frases básicas em Japonês

Embora muitas pessoas no Japão falem inglês, é sempre uma boa ideia aprender algumas frases básicas em japonês. Isso facilitará a comunicação com os locais e a navegação pelo país. Algumas frases básicas para aprender incluem “olá” (konnichiwa), “obrigado” (arigato), e “com licença” (sumimasen).

Passo 7: Aprender sobre a etiqueta japonesa

Ao visitar o Japão, é importante estar ciente da etiqueta japonesa para mostrar respeito pelo país e pela sua cultura. Aqui estão algumas dicas a ter em mente:

  1. Cumprimentar com uma vénia: No Japão, fazer uma vénia é uma forma comum de cumprimentar alguém ou mostrar respeito. Quando encontras alguém pela primeira vez, uma vénia ligeira é apropriada. Uma vénia mais profunda é reservada para situações mais formais, como uma reunião de negócios ou ao encontrar alguém de maior estatuto. Ao retribuir uma vénia, é educado igualar a profundidade da vénia da outra pessoa.
  2. Sapatos: No Japão, é costume remover os sapatos antes de entrar na casa de alguém ou em certos espaços públicos, como templos e estalagens tradicionais. Procura sinais ou suportes para sapatos que indiquem onde remover os sapatos. Também é comum usar chinelos ou sapatos de interior fornecidos pelo anfitrião. Ao usar a casa de banho, muda para um par separado de chinelos de casa de banho.
  3. Comer: Ao fazer refeições no Japão, há algumas regras de etiqueta a ter em mente. É costume dizer “itadakimasu” antes de começar uma refeição, o que é uma forma de agradecer pela comida. Ao usar pauzinhos, evita apontá-los para os outros ou deixá-los em pé numa tigela de arroz. Também é considerado educado terminar tudo no teu prato e não desperdiçar comida.

Ao seguir estas regras básicas de etiqueta, poderás mostrar respeito pela cultura japonesa e causar uma boa impressão durante a tua visita. Lembra-te de observar e aprender com os locais, e não hesites em pedir ajuda ou esclarecimento se não tiveres a certeza sobre algo. Com um pouco de esforço, serás capaz de navegar pelo Japão com facilidade e desfrutar de tudo o que o país tem para oferecer.

Passo 8: Comprar o teu seguro de viagem

Ao planear uma viagem ao Japão, é importante considerar a compra de um seguro de viagem. Embora não seja obrigatório ter seguro de viagem para entrar no Japão, é altamente recomendado, pois eventos inesperados podem ocorrer durante a viagem. O seguro de viagem pode cobrir uma variedade de situações, desde cancelamentos de viagem a emergências médicas, bagagem perdida ou roubada e até atrasos ou cancelamentos de voos. Ele pode proporcionar tranquilidade e proteção financeira caso algo corra mal durante a tua viagem.

A Heymondo oferece planos de seguro de viagem especificamente adaptados para viajantes que visitam o Japão. Os seus planos cobrem uma ampla gama de cenários e oferecem uma cobertura abrangente a preços acessíveis. E como oferta especial, ao subscreveres o plano de seguro de viagem através do link fornecido neste post, receberás um desconto de 5% na tua compra. Por isso, não hesites em proteger-te e à tua viagem ao Japão subscrevendo o plano de seguro de viagem da Heymondo hoje!


Planear uma viagem de 10 dias no Japão pode parecer desafiador, mas com um planeamento cuidadoso e alguma pesquisa, pode ser uma experiência verdadeiramente inesquecível. Seguindo estes passos essenciais, estarás bem encaminhado para aproveitar tudo o que o Japão tem a oferecer.

Planeias viajar para Japão?

Se estás a planear uma viagem, verifica os nossos recursos de viagem.

Atividades em Japão


Esta publicação inclui links afiliados que contribuem para o suporte deste projeto, permitindo-nos criar conteúdo de qualidade de forma gratuita para ti. Ao utilizares os nossos links afiliados, os parceiros com os quais colaboramos direcionam uma pequena parte da comissão para apoiar este projeto, sem qualquer custo adicional para ti.


Aviso legal: Todas as informações neste blog são para fins informativos. Os leitores devem usar o conteúdo com cuidado e verificar sua precisão antes de tomar decisões financeiras ou de viagem. Este blogue não se responsabiliza por quaisquer consequências decorrentes do uso das informações fornecidas.