Avançar para o conteúdo

São Jorge: o que ver e fazer em 1 dia

A Ilha de São Jorge é uma pequena ilha do grupo central do arquipélago dos Açores. Trata-se de uma ilha com imensa diversidade natural e que parece mais verde e mais húmida do que as outras. 

Vê a nossa publicação sobre os Açores para teres mais informações sobre este arquipélago e como o visitar.

A principal atividade na ilha é a produção de gado bovino, com o objetivo de produção de leite que é a matéria prima para a produção do produto mais típico da ilha: o Queijo Ilha. É um queijo de sabor intenso que nós adoramos e que tem DOP.

Sendo uma ilha com muita diversidade natural, é o local perfeito para os amantes de caminhadas ao ar livre. A sua geografia, e as suas fajãs, criam o ambiente perfeito para trilhos à beira mar com vistas e experiências incomparáveis. É sem dúvida de cortar a respiração ver as fajãs no topo das colinas. Esta foi a principal motivação para termos visitado a ilha, queríamos ver as fajãs e fazer o trilho à beira mar entre a Fajã dos Cubres e a Fajã da Caldeira de Santo Cristo.

A ilha é pequena e na nossa opinião para quem queira ver apenas as principais atrações e fazer um pequeno trilho, um dia de visita é suficiente, no entanto se pretendes explorar com mais detalhe a ilha, recomendamos a que fiques pelo menos uma noite. A beleza e a simplicidade desta ilha é algo que toda a gente deveria ter a oportunidade de visitar pelo menos uma vez, sendo bem patente a qualidade e a diversidade do património natural existente em Portugal.

Durante a época baixa, é normal que algum comércio esteja fechado, uma vez que não é sustentável manter a atividade não havendo quase nenhum turismo nessa época.

Queres dicas de viagem exclusivas? Envia-nos um email ou mensagem no Instagram e subscreve a nossa newsletter para receberes tudo diretamente na tua caixa de entrada.
Banner Seguro de Viagem Heymondo com Desconto de 5% e Imagem do Monte Fuji, Japão

São jorge é conhecido por o quê?

A ilha de São Jorge é conhecida por sua beleza natural , com falésias dramáticas e vales exuberantes. Também é famosa por artesanato tradicional como renda e cerâmica, e pela deliciosa culinária local, como frutos do mar frescos e queijos feitos com leite local.

São Jorge também é um destino popular para entusiastas de atividades ao ar livre, como caminhadas, ciclismo e mergulho. A ilha possui várias reservas naturais, incluindo o Parque Natural do Pico da Esperança, a maior reserva natural dos Açores.

Além de suas atrações naturais e culturais, São Jorge é conhecida por seu papel na história dos Açores. Primeiramente habitada pelos portugueses no século XV, a ilha desempenhou um papel importante na indústria baleeira da região nos séculos seguintes. Hoje, os visitantes podem explorar os museus e locais históricos da ilha, oferecendo um vislumbre do rico passado de São Jorge.

Como chegar à Ilha de São Jorge

As formas mais comuns de se chegar à Ilha de São Jorge são de barco ou através de um voo vindo de outra ilha do arquipélago. Existe um serviço regular de ferries entre as várias ilhas dos Açores que durante todo o ano te permitem chegar a outras ilhas. Na época baixa a frequência e as rotas são menores, mas permite normalmente apanhares o barco de ida de manhã cedo e voltar ao fim do dia. As duas ilhas mais próximas de São Jorge são o Faial e o Pico

aqui os preços e horários ferries para as ilhas do triângulo.

Se optares por chegar à ilha de avião, a companhia regional SATA tem ligações regulares com as outras ilhas dos Açores.

Se usares um voo da SATA, deves guardar o teu cartão de embarque, uma vez que este dá acesso aos museus da tutela da direção geral da cultura e arquipélago – centro de artes contemporâneas.

Encontra aqui o teu voo para os Açores.

Onde ficar na Ilha de São Jorge

Em São Jorge, a maior oferta de alojamento é na sua maioria em unidades de alojamento local mas existem também alguns hotéis.

Não ficámos nenhuma noite na ilha, desta forma, não poderemos recomendar qualquer local para ficares, no entanto sugerimos que utilizes um agregador de alojamentos como o Booking para encontrares o local ideal para ficares.

Procura aqui o teu hotel em São Jorge

Como te podes deslocar dentro de São Jorge

São Jorge é uma ilha em que o terreno é muita acidentado. Existem muitas escarpas, locais onde podes encontrar as tão famosas Fajãs típicas da ilha. Para as visitares vai ajudar teres um carro ou uma mota. Os transportes públicos existem mas não te vão permitir chegar a todo o lado. Ter um veículo motorizado vai te ajudar a maximizar o teu tempo na ilha.

Para além de ter um carro ou uma mota te permitirem deslocares-te dentro da ilha, vai te permitir também quando visitares outras ilhas usares o mesmo meio de transporte, uma vez que em alguns dos ferries entre as ilhas poderás também levar o carro ou a mota contigo. Alugar um carro nos Açores é relativamente acessível, e as estradas permitem-te explorar as ilhas descansado. Deves ter sempre em atenção que muitas vezes o gado circula nas mesmas estradas e com nevoeiro deves redobrar a tua atenção.

Procura aqui o teu carro para alugares em São Jorge

O que Ver e Fazer na Ilha de São Jorge

Velas e Calheta

Jardim da Praça da República, São Jorge, Açores, Portugal
Jardim da Praça da República, São Jorge, Açores, Portugal

Velas e Calheta são os dois principais portos da ilha. Ambas as vilas localizam-se na costa sul de São Jorge. Com um ambiente rural e piscatório criam uma relaxante atmosfera para se explorar as pequenas ruas das vilas. Na vila de Velas é possivel visitar o agradável Jardim da Praça da República.

Manadas

Manadas ou freguesia de Santa Bárbara, foi em tempos um dos principais portos de saída da produção vitivinícola através do seu porto. Na zona, é possível visitar a Igreja de Santa Bárbara, a Ermida de Santo António e a Ermida de Santa Rita de Cássia, Ermida da Senhora da Guadalupe e a Ermida de Santo Cristo.

Conservas de Santa Catarina

As conservas de Santa Catarina estão entre as melhores que se produzem em Portugal. Hoje em dia podem ser encontradas à venda em todo o lado mas vale a pena ir até à fábrica e adquiri-las no quiosque à entrada. Os preços são mais em conta e há mais variedade – incluindo novas receitas. Pode-se fazer uma visita guiada à fábrica sob marcação.

Ponta e Parque dos Rosais 

A Ponta dos Rosais é o nome que se dá ao extremo Noroeste da Ilha de São Jorge, eleva-se a mais de 200 metros de altitude acima do nível do mar. Corresponde a uma área terrestre com aproximadamente 170,2 ha, incluindo os ilhéus e a Ponta dos Rosais.

Torre Sineira Urzelina

Em Urzelina há uma torre Sineira, a única parte duma igreja que sobreviveu à erupção vulcânica de 1808.

Fajã da Caldeira de Santo Cristo

A Fajã da Caldeira de Santo Cristo é sem dúvida um dos lugares mais mágicos que visitámos na Ilha de São Jorge. Fizemos o trilho a pé desde a Fajã dos Cubres até à Caldeira de Santo Cristo. Este trilho linear pela beira do mar, com cerca de 10 km ida e volta, faz parte do trilho PR1SJO que vai desde a Serra do Topo, passa pela Caldeira de Santo Cristo e termina na Fajã dos Cubres. Optámos por fazer apenas metade, ida e volta porque deixámos o carro na Fajã dos Cubres.

Para além das magníficas paisagens durante o trilho a lagoa é conhecida pelas suas famosas amêijoas. Há um restaurante no local que serve as amêijoas, mas infelizmente quando visitámos o local, estava encerrado.

aqui mais informação sobre este trilho

Fajã dos Cubres

A Fajã do Cubres é um dos mais exóticos e bonitos locais da Ilha de São Jorge. Vista de cima, com a sua lagoa e as casas de basalto, é uma paisagem de enquadramento único que vale a pena ser vista tanto de cima como no seu interior.

Serra e Vila do Topo

A Ponta do Topo, é o nome dado à zona mais oriental da Ilha de São Jorge. Foi na realidade uma formação com origem na mais recente erupção vulcânica que acabou por formar uma nova ilha que se juntou à já existente. É uma das mais altas elevações da ilha e a sua paisagem única é composta de floresta com algumas interrupções de prados verdejantes onde pasta o gado bovino.

Fajã do Ouvidor

A Fajã do Ouvidor é uma das maiores e mais conhecidas fajãs da Ilha de São Jorge. É uma zona com comércio, habitação e piscinas naturais. Mas o que a torna única, é o miradouro que permite uma vista panorâmica das três fajãs e do oceano atlântico.

Onde Comer na Ilha de São Jorge

Fornos de Lava (Velas)

É um restaurante que serve iguarias locais com uma vista panorâmica fabulosa sobre a ilha do Pico. Serve peixe fresco e grelhados no carvão.

É um restaurante fica junto ao porto de velas e serve pratos tradicionais. Destacam-se os grelhados no carvão.

Taberna Agueda (Fajã de São João)

É um restaurante de pratos tradicionais. Normalmente a ementa é reduzida e o restaurante tem uma decoração muito acolhedora. A vista é também agradável.

Comer Amêijoas na Fajã da Caldeira de Santo Cristo

Na Fajã da Caldeira de Santo Cristo existe uma espécie de amêijoa na lagoa natural que apenas é encontrada naquela zona da ilha. Contam que são das melhores ameijoas que se podem comer em Portugal. Infelizmente na altura em que visitámos a ilha não tivemos oportunidade de experimentar, uma vez que o único restaurante da fajã se encontrava fechado.

Experimentar o Queijo de São Jorge na loja da fábrica LactaAçores

O que há melhor do que poder experimentar os produtos mesmo no local onde são produzidos? Foi o que fizemos, visitámos a fábrica da LactaAçores. Há uma pequena loja na fábrica onde é possível comprar os queijos ali produzidos em conjunto com outros produtos tradicionais do Açores.

Nessa loja há também um snack-bar, que nos pareceu ser na sua maioria usado pelos trabalhadores da fábrica, no entanto é possível comer uma sandes de queijo da ilha. Não deves esperar muita sofisticação, mas o que experimentamos era honesto, tanto no sabor como no preço e o atendimento era muito simpático.

Delicia-te com as Espécies na Dulçores

Os espécies são um doce típico da Ilha de São Jorge. Este é o melhor local na ilha para os experimentares.

Se ainda tiveres tempo

Explora os Trilhos da Ilha de São Jorge

Sendo uma ilha com uma diversidade natural e paisagem únicas, existem várias opções de trilhos para fazeres durante a tua visita à ilha.

Se tiveres tempo, não deixes de ver aqui todas as opções dos trilhos oficiais

Visita a ilha do Faial e do Pico

A Ilha de São Jorge faz parte do triângulo de ilhas do grupo central, em conjunto com a Ilha do Faial e com a Ilha do Pico. A sua proximidade e a existência de serviços regulares de ferry criam as condições ideais para usares a Ilha do Faial como base para visitares as outras duas ilhas. Foi esta a nossa opção quando visitámos a Ilha do Faial. 


Visitar a Ilha de São Jorge foi sem dúvida uma surpresa para nós. Ficámos fascinados com a sua diversidade natural e com a beleza das paisagens respeitadas e quase intocadas pelo homem. É a ilha ideal para quem gosta de caminhar ao ar livre. Se visitarem os Açores, não deixem de passar pelo menos um dia neste paraíso verde.

Planeias viajar para São Jorge?

  • Encontra um seguro de viagem com a Heymondo (5% desconto)
  • Encontra o teu alojamento com o Booking
  • Encontra as tuas atividades com o GetYourGuide
  • Encontra o teu eSIM com a MobiMatter, usa o código TWOBYTHEWORLD para teres até 50% de cashback
  • Encontra atividades ao ar livre com a Manawa
  • Aluga o teu carro com a Discovercars
  • Reserva o teu voo com o Skyscanner

Se estás a planear uma viagem, verifica os nossos recursos de viagem.

Atividades em São Jorge


Esta publicação inclui links afiliados que contribuem para o suporte deste projeto, permitindo-nos criar conteúdo de qualidade de forma gratuita para ti. Ao utilizares os nossos links afiliados, os parceiros com os quais colaboramos direcionam uma pequena parte da comissão para apoiar este projeto, sem qualquer custo adicional para ti.


Aviso legal: Todas as informações neste blog são para fins informativos. Os leitores devem usar o conteúdo com cuidado e verificar sua precisão antes de tomar decisões financeiras ou de viagem. Este blogue não se responsabiliza por quaisquer consequências decorrentes do uso das informações fornecidas.